Os meniscos são essenciais para a biomecânica normal da articulação do joelho, agindo como estabilizadores, amortecedores e distribuidores de carga dentro da articulação.

Os meniscos são divididos em 3 zonas: zona vermelha(externa; mais vascularizada); zona vermelha-branca; zona branca(interna; não vascularizada).

Os meniscos são essenciais para a biomecânica normal da articulação do joelho, agindo como estabilizadores, amortecedores e distribuidores de carga dentro da articulação.

Os meniscos são divididos em 3 zonas: zona vermelha(externa; mais vascularizada); zona vermelha-branca; zona branca(interna; não vascularizada).

Nos jovens a lesão geralmente ocorre devido a torções ou movimentos bruscos e nos idosos associada ao desgaste progressivo da cartilagem articular e do desenvolvimento de osteoartrite.

Dor bem localizada com períodos de alivio e agravo a determinados movimentos como agachar e cruzar as pernas, inchaço, e bloqueio (travamento).

História e Exame ortopédico detalhado (tem testes e sinais específicos). O melhor exame complementar para avaliar os meniscos é a ressonância magnética do joelho.

Para as lesões incompletas ou lacerações periféricas, pequenas (< 5mm) e estáveis, o tratamento conservador: Fisioterapia e mudança no hábito de vida; apresenta bons resultados.

As lesões meniscais classificadas como instáveis, necessitam de reparo cirúrgico artroscópico, pois são capazes de determinar dor, falseios, bloqueios articulares, derrames articulares de repetição, déficit funcional muscular entre outros sintomas.

Num geral, o tratamento cirúrgico se baseiam em Meniscectomia parcial para lesões internas(zona branca) e Meniscoplastia para lesões periféricas(zona vermelha).

Lembre-se, se você tiver alguma dúvida, ou está com algum problema ortopédico, sinta-se a vontade para entrar em contato, o Dr. Romário terá prazer em esclarecê-la.

AGENDE SUA CONSULTA